Projeto Homem Livre
Diário de Bordo

Brasil - Estrada Real - Chegada - 04.11.2011
Brasil - Diamantina - 21.10.2011
Brasil - Tabatinga - 17.06.2011
Nicarágua - Managua - 05.05.2011
México - Guadalajara - 25.03.2011
Estados Unidos - São Francisco - 24.12.2010
Australia - Cairns - 14.09.2010
Indonésia - Ilha de Sumatra - 08.08.2010
Tailândia - Bangkok - 23.06.2010
Vietnã - Hanoi - 22.05.2010
Laos - Vientiane - 17.03.2010
Índia - Nova Delhi - 24.12.2009
Nepal - Kathmandu - 18.11.2009
Emirados Árabes Unidos - Dubai - 03.09.2009
Omã - Salalah - 08.08.2009
Turquia - Istambul - 13.05.2009
<< <  
01> >>
Clique para rolar mais rápido Clique para rolar mais rápido
Vietnã - Hanoi
22.05.2010

Relase

Cruzando o planeta terra com sua bicicleta, Danilo Perrotti Machado completa 39 países, 27.436.44 km, e chega ao Vietnam depois de provar o duro trajeto do emergente e gigante econômico

Subidas... subidas e mais subidas... uma hora, duas, très, quatro, cinco horas... tudo isso para pedalar por apenas 30 quilômetros pelas altas montanhas do sul da China. Segundo o Brasileiro Danilo Perrotti Machado, isso é “coisa pra louco” (risos)!. Encarando a 4ª etapa do Projeto Homem Livre, em uma viagem ao redor do mundo, histórias e muitas experiências vêm de sobra na bagagem. Da Índia para China, passando por Nepal, Bangladesh, Sri Lanka, Tailândia e Laos, o ciclista encontra mais que desafios geográficos, e fala sobre um choque de culturas divergentes. Nem mesmo a pequena bandeira do Tibet  adiquirida em Mc Leod Ganj no exilio Home do Dalai Lama na Índia que estava presa em um de suas bolsas foi permitida passar pela fronteira para entrar na China.
 “A China é hoje uma potência econômica, você percebe isso nas grandes e belas estradas, na construção de prédios enormes, na alta produção industrial, a maioria das cidades são novas. Um contraste quando se sai de Laos, onde as casas são todas de sapê, um povo com a vida muito simples”, conta Danilo. Com o olhar desconfiado para estrangeiros, os chineses também se mostraram um povo menos cordial. “Os Chineses não estam acostumado com a presença de estrageiros em seu país, e ainda por cima eles não entende as letras ocidentais somente as letras chinesas e era difícil encontrar alguém que falasse inglês”, revela.

Com 11.141,08 km pedalados apenas nessa 4ª Etapa, a Ásia compõe a maior fase do projeto. Da China, Danilo partiu para Hong Kong, Macau e chegou ao Vietnã em maio de 2010. Saindo do frio das montanhas, da modernidade de Hong Kong e excesso de cassinos em Macau, o ciclista encontra um país quente e únido que ficou fechado pela  guerra que durou quase 20 anos, onde o país foi divido entre Norte e Sul  “No Norte do Vietnam as pessoas são mais agressivas e hostis aos estrageiros por causa do trauma causado pela guerra contra os Estados Unidos a onde  milhares e milhares de bombas foram despejadas no norte do país. Por outro lado você tem a oportunidade de conhecer lugares maravilhosos  como o arquipélago de Ha Long Bay que um dos pontos turisticos do país, eu até fui convidado para um chá numa casa flutuante”, lembra Danilo. Os próximos destinos, que deverão ser percorridos entre maio á julho de 2010, seram o Cambodia, pasando novamente pela Tailândia, Malásia, Singapura e  Indonésia e finalizando a 4ª etapa.


Projeto Homem Livre

Danilo criou o projeto Homem Livre quando fazia o caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, de bicicleta. Após pedalar 4,3 mil quilômetros em 5 páises e chegar ao seu destino a cidade de Santiago, o ciclista resolveu iria até Marrocos na Africa, e foi lá que teve uma grande surpresa. “Foi quando cheguei à Marrocos que percebi que tinha condições de realizar a volta ao mundo. Voltei ao Brasil com planos para essa viagem”, explica.
O projeto Homem Livre, dividido em 8ª etapas, teve início em Belo Horizonte, em 8 de agosto 2008, quando Danilo seguiu a Estrada Real até a cidade do Rio de Janeiro. De lá, embarcou em vôo para a Europa, iniciando a 2ª etapa  passando por países como Inglaterra, Holanda e Noruega cruzando a Europa até chegar à Grécia. A 3ª etapa, no Oriente Médio e África, teve início na Turquia e finalizou nos Emirados Árabes. A Ásia, 4ª etapa da viagem que esta em andamento, começou no Irã e terminara na Indonésia. Na próxima fase, Oceania, dois países serão percorridos: Austrália e Nova Zelândia. Canadá e Estados Unidos da América são os próximos, representando a 6ª etapa, na América do Norte.
Dos Estados Unidos, Danilo chega ao México, iniciando a 7ª etapa, na América Central, que percorre países como Honduras e Nicarágua, chegando ao Panamá. A 8ª e última etapa – na América do Sul - tem início na Colômbia, passa pela floresta amazônica e chega ao estado de Minas Gerais, na cidade de Belo Horizonte, onde a viagem começou.
 
Texto
COM VOCÊ COMUNICAÇÃO
Assessoria de Imprensa
Copyright � 2019 - homemlivre.com - Todos os direitos reservados.